“2º Festival – Curta à Crise – Delírios de uma Quarentena”

Por Gabe Guimarães e Sérgio Jomori

Justificativa e Proposta:

A recepção do 1º Festival de Curtas – Curta à Crise, na Mogi Overdrive, foi surpreendente para nós. Afinal, foi uma iniciativa independente em prol da cultura que reuniu muitas pessoas em espaço democrático e cumpriu o seu objetivo. Somos muito gratos àqueles que apoiaram e fizeram desta iniciativa possível: o Coletivo Cultural Poranduba, a Overdrive, os criadores que inscreveram seus curtas-metragens para serem exibidos e os que estiveram conosco nessa primeira edição do festival.

Os planos para uma 2ª edição do festival estavam apenas para um futuro ainda não determinado por nós. Afinal, é um empreendimento que requer uma grande mobilização. Contudo, devido a situação atual da pandemia do Covid-19, tivemos a ideia de realizar uma edição de quarentena do festival, acreditando que podemos colaborar com a movimentação artística e cultural nesses tempos de relativa estagnação. Nesta 2ª edição, intitulada de “Curta à Crise – Delírios de uma Quarentena”, abriremos inscrições somente para produções audiovisuais feitas durante o período de quarentena e reabertura. Esses curtas serão exibidos e apresentados num programa ao estilo “horror host”, que irá ao ar através da ferramenta de “estreia” no nosso canal do YouTube e em nossa página do Facebook, no dia 31/10, ficando disponível no canal logo após o término da exibição simultânea.

A proposta é semelhante à primeira edição do festival: “promover e exibir filmes curtas-metragens autorais em espaço acessível e democrático”, sendo dessa vez esse espaço, a internet, eliminando a determinação regional que colocamos na primeira edição do festival, estendendo a inscrição para todo o território nacional. Acreditamos que a produção audiovisual pode ser uma peça poderosa para o fomento da cultura, para gerar uma movimentação artística e para promover uma reflexão criativa e crítica sobre o momento que vivemos.
Como dito nos parágrafos anteriores, reiteramos que os filmes devem ser feitos durante o período de 2020, e enviados até dia 21/10. Por favor, não criem aglomerações nem desrespeitem as medidas de segurança para fazerem o curta-metragem. Não vamos piorar ainda mais a situação.
Enfatizamos que filmes, incluindo aqueles que serão exibidos no 2º Festival Curta à Crise – Delírios de uma Quarentena, podem ser feitos com QUALQUER EQUIPAMENTO E RECURSO DISPONÍVEL, expressando assim, de alguma forma, sua realidade durante essa crise. É tão válido usar uma câmera profissional quanto uma velha, ou mesmo seu celular. É válido transformar qualquer ambiente da sua experiência de quarentena em cenário, e qualquer um e qualquer coisa em personagem. Mais do que válido, é necessário experimentar, e descobrir jeitos novos e inusitados de contar e expressar histórias, sentimentos, ideias e visões no contexto em que vivemos.
Esperamos que você tire dessa realização uma oportunidade para pôr em movimento suas ideias, exercitando a criatividade e o olhar artístico nesses tempos onde a cultura é tão atacada. Um pouco de ar fresco em tempos de crise e pandemia.

Obrigado,
Gabe Guimarães e Sérgio Jomori

  1. Regulamento
  •  Regras e inscrição

> Os filmes devem ter no máximo 12 minutos de duração;

> Os filmes devem ser feitos durante o período da pandemia, em 2020;

> Qualquer equipamento disponível é válido. Celulares smartphones, câmeras DSLR, câmeras digitais de baixa qualidade, animações digitais ou stop-motion (…) Queremos convidar vocês a criarem usando quaisquer recursos disponíveis nesse momento;

> Vamos considerar válidos a participação de qualquer produção audiovisual autoral com propósitos artísticos, documentais ou de entretenimento. Ou seja, a definição de “curta” é bem ampla para o festival. Aceitaremos dramas, documentários, animações, monólogos, vídeo clipes, etc, desde que sigam as regras, é claro;

> Respeitem as medidas de segurança e não criem aglomerações. Não vamos piorar ainda mais a situação;

> O vídeo será postado no YouTube, portanto precisamos seguir as diretrizes e regras da plataforma. Evite usar conteúdo com direitos autorais (copyright ©), principalmente músicas. Também evite conteúdo erótico. Mais informações neste link: https://www.youtube.com/intl/pt-BR/about/policies/#community-guidelines ;

> Os autores de cada curta selecionado serão creditados na exibição, porém a totalidade do programa em si é de nosso direito. O programa contendo os curtas ficará disponível em nosso canal do YouTube e Facebook indefinidamente, e poderá ser usado por nós, na íntegra ou em partes, para divulgação deste e de outros projetos, podendo inclusive ser postado ou exibido em outras redes sociais, de vídeo, etc. Ao inscrever seu curta você concorda com isso. 

A participação é livre, mediante a inscrição online e gratuita. O curta deve ser enviado preenchendo os seguintes campos:

  • Título do projeto;
  • Criador(es);
  • Co-criadores (opcional);
  • Produtora (opcional);
  • Equipe técnica (opcional);
  • E-mail;
  • Telefone/Celular;
  • Cidade e estado;
  • Considerações (opcional) (conte um pouco sobre o curta e seu processo);
  • Link para download do vídeo.*

Os materiais podem ser enviados até o dia 21/10/2020 até às 23:59, para avaliação e seleção dos curtas. As produções selecionadas serão exibidas, no canal do YouTube e na página do Facebook do Drama em Crise, no dia 31/10/2020, a partir das 22:00. 

Os curtas selecionados serão divulgados no dia 23/10/2020. 

*Importante
note que é necessário um link para download do arquivo de vídeo; não basta enviar um link do youtube onde possamos assistir, precisamos baixar o curta e baixar do youtube incorre numa perda de qualidade, além de outros possíveis problemas.

  1. Curadoria

A seleção dos curtas será feita pelos organizadores do festival:

  • Gabriel Guimarães;
  • Sérgio Jomori;
  • Lucas NT.

Consideramos valiosa a livre expressão criativa tanto nos aspectos estéticos quanto conceituais. Novamente, o importante é o fazer,  independente da quantidade de recursos disponíveis e equipamentos utilizados. 

Não estamos aqui para colocar juízo de valor na obra expressiva de ninguém.

  1. Premiação

Após a exibição dos curtas, será aberta uma votação online. A votação ficará aberta até dia 13/11 às 12:00. Nesse mesmo dia serão divulgados os três curtas mais votados do festival, e estes serão contemplados com:

  • Um certificado assinado pelos organizadores do festival, pelo Coletivo Cultural Poranduba e pela Secretaria Municipal da Cultura e Turismo de Mogi das Cruzes, contendo o nome do autor, o nome do curta e a posição no prêmio;
  • Um prêmio em dinheiro equivalente a: R$ 300 para o primeiro lugar, R$ 100 para o segundo e terceiro lugar.

A premiação existe, acima de tudo, por uma questão simbólica. A escolha pela votação popular tem como objetivo movimentar um público maior para o festival, assim permitindo que as obras selecionadas alcancem mais pessoas.

Faça sua inscrição!

Os campos marcados com  *  são obrigatórios.

2º Festival de Curtas

Informações:

Drama em crise

Contato para dúvidas:

Sérgio Jomori / Gabe Guimarães – (11) 95658-7252 / (11) 97457-7472

dramaemcrise@gmail.com